Archive for the 'livros' Category

A Year of Mornings

Andava a namorá-lo…, mas ele é que me conquistou!
Conheci-o através deste blog e podem saber mais do livro aqui.
Eu gostei de ir à procura e entusiasmar-me com a ideia de o ter. Vai. Não vai. Espreito. Vejo as imagens. São tão simples, como tudo deveria ser… O entusiasmo cresceu semana após semana… Li algumas reviews de quem sucumbiu à tentação de o ter em sua posse. Não resisti e confirma-se! É um pequeno encanto. Não chega ver as fotos num monitor. É diferente vê-las ao vivo, tocando. Ver de perto, impressas num papel que lhes dá corpo, textura, que lhes dá vida e características próprias que sentimos através dos sentidos. Este livro em particular faz-me acreditar num sonho. É possível!

As velas ardem até ao fim…

Escrevi este post há tempos e tinha-o aqui nos rascunhos. Não sabia se o havia de publicar. Gosto de partilhar coisas alegres, mas a vida é vivida porque se vive um pouco de tudo. Aqui vai.
……………………….

Nas minhas deambulações pelos livros, ao espreitar na minha estante, este livro puxou a minha mão e eu agarrei-o. Apercebi-me ainda mais do seu valor. É um livro que nos diz algo de novo cada vez que o lemos. Num enquadramento histórico da situação da Europa no início do século XX, tem um discurso sobre amizade fabuloso, solitário e acutilante e que nos faz pensar, questionar, sentir uma empatia e ao mesmo tempo um desconforto porque nos relacionamos. Eu relacionei-me. Ao reler algumas partes senti e soube que é um livro ao qual não se fica indiferente! Melhor! Espreitei, olhei, vi, reli e sorri para dentro. Ao folheá-lo parei na página que tinha escrito em palavras o que me ia na alma e achei tão curioso. Dizem que os livros nos escolhem… Daqueles livros todos foi o que me escolheu naquele momento. Percebi porquê.


“As velas ardem até ao fim” de Sándor Márai da Dom Quixote.

… O segredo é isso!
Bom fds!

Planeta Tangerina

Há tempos conheci um novo plantea: – O Planeta Tangerina. É verdade! Existe um planeta que se chama TANGERINA! Descobri-o há pouco tempo e fiquei fã. Neste planeta escrevem-se histórias com bonecos. Gosto do subtil, do invulgar e do modo como num simples desenho se retrata o nosso mundo. Encantaram-me pela originalidade. Dá vontade de os ter à mão para lhes pegar ocasionalmente sempre que nos cruzamos com eles. Pegar-lhes. Só para espreitar. Os livros poderão parecer que são para criança, provavelmente é nessa categoria que se encontram nas livrarias, mas eu acho que são também livros de ilustração para adultos pois também eles continuam a sonhar e a gostar de bonecos. Como antigamente. Como agora. Eu gosto. Cada vez mais.

Fabrico Próprio

Deixo aqui uma sugestão para um livro diferente, dica que encontrei no blog da Rosa, que costumo espreitar.

No dia 12 de Abril vai realizar-se o lançamento do livro “Fabrico Próprio – o design da pastelaria semi-industrial portuguesa“, das 17h às 20h00 na Fábrica Braço de Prata, Sala Visconti – Rua Fábrica do Material de Guerra 1, Poço do Bispo, Lisboa. No Porto realiza-se dia 3 de Maio no Centro Comercial Bombarda, na Rua Miguel Bombarda 285, das 17h às 20h00.

«Fabrico Próprio – o design da pastelaria semi-industrial portuguesa” é um livro de 292 páginas dedicado à pastelaria portuguesa e à sua relação com o design. Reflectindo a importância deste universo na nossa cultura e sociedade, consiste primordialmente num registo “enciclopédico” de todos os bolos de pastelaria quotidiana. Um total de 92 bolos estão representados neste compêndio a uma escala próxima do real, junto com a respectiva identificação, ingredientes, características especiais e dados históricos. Este documento – a primeira recolha sistemática alguma vez realizada no nosso país sobre este tipo de produtos alimentares – é acompanhado de textos introdutórios, apontamentos históricos e um glossário de termos de pastelaria. Para além dos três textos ensaísticos que acrescentarão contexto e significado a este livro, pretendemos ainda incluir várias “inserções” ao longo das suas páginas, que darão outros olhares sobre este universo. Para tal, convidámos vários profissionais criativos, maioritariamente portugueses, a debruçarem-se sobre esta realidade, a partir de temáticas particulares. Fotógrafos, ilustradores, críticos de arquitectura e gastronomia, jornalistas, designers, um chef e um curador de arte tomam a pastelaria semi-industrial portuguesa como fonte de inspiração, oferecendo perspectivas inesperadas deste surpreendente mundo.»

Aqui fica o convite:


categorias

Arquivo

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 1 other follower

June 2017
M T W T F S S
« Apr    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930