Archive for the 'Leonor Fini' Category

Leonor Fini

Em Dezembro fui a São Francisco nos EUA, e uma das coisas que gosto de fazer em cidades que se caracterizam por uma actividade cutural activa é espreitar galerias de arte, grandes ou pequenas, para além de visitar os respectivos museus que tenho sempre pena de não os conseguir assimilar como merecem. Como estávamos no centro, passávamos imensas vezes por uma galeria de arte, a Weinstein Gallery que chamava à atenção pelos nomes sonantes que anunciava nas vidraças. As obras que expõe são grandiosas, sublimes mesmo, muito bem apresentadas e a maioria são de nomes conhecidos como Chagal, Miró, Dali, Picasso, Kamroski, Lu Jian Jun, e os outros artistias não tão conhecidos (para mim), mas com obras igualmente grandiosas.
Entrei e deparei-me logo à entrada com a apresentação da exposição patente no andar inferior, de uma pintora que não conhecia – Leonor Fini.

Tristan and Isolde – 1978

O organizador da exposição falava da pintora e da exposição com um entusiasmo e brilho nos olhos simplesmente contangiante, com um orgulho imenso em mostrar às pessoas o quão especial era esta mostra de pintura – a exposição de Leonor Fini demorou 10 anos a ser conseguida! O senhor explicou um pouco a história desta pintora referida como a “Salvador Dali das mulheres”, uma mulher muito à frente do seu tempo, muito independente e amiga de personalidades como o fotógrafo Henri Cartier-Bresson, e o próprio Salvador Dali, entre outros…

“I always imagined that I would have a life very different from the one imagined for me, but I understood from a very early time that I would have to revolt in order to make that life.”

Apesar de o surrealismo não ser o meu estilo de pintura preferido, e de não conhecer nada de Leonor Fini, a exposição estava excelente e conhecer a história da pintora em conjunto com a sua obra foi muito interessante!

Ao andar pelas outras áreas da galeria namorei uns Mirós que se encontravam numa zona ao pé de uns sofás. Estava ali um senhor sentado com uma postura descontraída, bem vestido, e às tantas, mediante o meu namoro com o Miró, meteu conversa e fez algumas referências curiosas aos quadros que ali estavam à nossa frente. Até me levou à área de arquivo para me mostrar outros que ainda não estavam expostos. Às tantas perguntou-me “porque não levar um para casa?” Percebi que este senhor era o director da galeria. Ao que respondi que…

“… não me importava!”
E ele respondeu: “- São só 105 mil dólares”
Ao que respondi: “- … maybe one day!”
E ele: – “Believe it!”

I Believe!

———–

I went to San Francisco and when I go to places that are well know for their cultural activitie, I just love to check out art galleries, museums, cultural places and events. There is no time enough to see such wonderfull things, and I felt that in SF. There is plenty to see!

As walking in the center area, near Union Square, there is a big gallery with great artwork. I saw a great exhibition about Leonor Fini at Weinstein Gallery. It was amazing. The man responsible for the exhibition had the most proud talking about the artwork of Leonor Fini and how she was a lady ahead her time.

There were some Miró’s paintings in another area, and as I was looking at them a man started to talk about the way Miró worked. I realised that he was propbably the owner of the gallery. He was very nice and he asked me if I was interested about having one. ‘Why don’t you take one?’
‘Of course’ – I said, ‘I wouldn’t mind to have one of this in my house’.
He answered: – ‘It’s only 105.000$’
I said: – ‘maybe one day…’
He said: – ‘Believe it!’

I Believe! 🙂

Advertisements

categorias

Arquivo

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Join 1 other follower

October 2017
M T W T F S S
« Apr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031